Muito além da estética

obesidade estética

Muito além da estética

O debate gera muita polêmica, principalmente no meio da medicina. Que ela interfere na qualidade de vida, isso todos nós já sabemos, além de problemas no coração e excesso de gordura em órgãos importantes para o corpo humano, o excesso de peso pode trazer doenças mentais e psicológicas.
Em 2013, depois de muita discussão, a American Medical Association, uma das organizações médicas mais influentes, decidiu declarar a obesidade uma doença. Um dos argumentos estabelecidos pela Associação Médica Americana é que ao reconhecer a obesidade como uma doença ajudará a medicina a lidar de forma correta com esse tema, além disso, a informação poderá gerar uma melhor forma de o governo estabelecer meios melhores de combate a esse mal.
Já está claro, ou pelo menos deveria estar que não se trata de estética e sim de saúde e bem estar. Muitas pessoas acreditam que precisam eliminar peso apenas para entrar naquela calça 36, o que na verdade é uma ilusão criada pela própria mente. O excesso de gordura deve ser levado a sério pela população e assim como outras grandes doenças da humanidade possui tratamento, além de corporal, o tratamento deve ser mental, visando equilíbrio psicológico.
Assim como qualquer outro tratamento, o tratamento contra obesidade exige acompanhamento correto, o mais importante no começo é descobrir a causa do aumento na balança, em cerca 83% dos casos é irresponsabilidade alimentar mesmo.
O diagnóstico correto interfere diretamente no tratamento contra a doença. Pode ser clichê, mas a prevenção é sempre a melhor solução.

Compartilhar post