1º de abril e as mentiras que contamos a nós mesmos

Tempo de leitura 3 min

Conhecido como o dia da mentira, 1º de abril é o dia em que geralmente pregamos peças nos familiares, amigos e até mesmo colegas de trabalho. Mas o que não nos damos conta é que as maiores pegadinhas fazemos com nós mesmos. Já parou para pensar quais são as mentiras que você mais conta para si mesmo quando o assunto é os seus hábitos?

Entre as histórias mais clássicas contadas estão “segunda-feira eu começo a mudar a minha vida” ou “segunda-feira eu mudo a minha alimentação”. O problema é que esta segunda-feira nunca chega e, se chega, não dura muito. Seja por falta de planejamento, por uma dieta muito restritiva ou por algum fator externo que acabe por desviar o foco. O ponto é, desde quando você tem se dado essa desculpa e até quando vai mantê-la?

Outro clássico que não acontece só no 1º de abril é “meu corpo não sente falta de atividade física”. Será mesmo? Já se perguntou qual o motivo daquele cansaço extremo no final do dia ou percebeu que quando realiza atividades de força simples, como carregar uma caixa de leite, você fica extremamente cansado? Esses são pequenos sinais que indicam que o corpo está querendo se movimentar. Você não precisa, obrigatoriamente, ir à academia, existem exercícios que podem ser feitos em casa, que não demandam aparelhos e têm o mesmo efeito.

“O dia a dia não me permite ter momentos de lazer”. Que tal então rever esta rotina? Comece priorizando o que é essencial, exclua o que é supérfluo e inclua o que te faz bem e feliz. Faça um planejamento. Ter momentos de prazer próprios são essenciais para manter a saúde mental e diminuir o estresse e a ansiedade.

mulher escondendo um cupcake
A maior mentira que contamos a nós mesmos é sobre a nossa mudança alimentar

Já reparou que nos dias em que você dorme mal, se alimenta mal? Comum escutarmos que “tenho pouco sono, então está tudo bem dormir pouco”. Acontece que esta prática pode levar à obesidade. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia dormir pouco altera o metabolismo humano e a sensação de fome é maior, sem contar que o corpo se sente mais fatigado e com menos disposição para atividade física. Incluir uma rotina de sono pode ser um mecanismo para minimizar a insônia. Um chá de camomila, desligar os aparelhos eletrônicos e ler um livro são ótimas recomendações.

E quem nunca disse ou escutou que ser saudável é caro? Tudo que é feito sem planejamento acaba mesmo fugindo do controle financeiro. Não precisar usar desta desculpa. Separe um dia da semana, monte o cardápio, quantifique as refeições, verifique a despensa e a geladeira, faça uma lista e vá ao mercado. Compre apenas aquilo que precisa e fuja das fast food da rua. Você vai ver que sai muito mais barato do que se pensava.

Quer começar uma vida mais saudável, equilibrada e ainda fugir das mentiras? Aproveite este 1º de abril para entrar em contato com uma de nossas licenciadas e saiba como.

Quem Escreve

Quiz Afine-se

Os seus hábitos falam por você

Assine nossa newsletter

Conteúdos exclusivos do maior site
de qualidade de vida do Brasil

Formulário enviado!

Em breve entraremos em contato.