De olho na deficiência de ferro

Tempo de leitura 3 min

 O ferro é um mineral muito importante pra diversas reações no nosso organismo e sua deficiência é a principal causa de anemia. Os sintomas da deficiência de ferro podem variar entre apatia, redução da capacidade de concentração, irritabilidade, capacidade de trabalho físico reduzido, queda de cabelo, entre outros.

O que muita gente ainda não sabe é que o ferro pode ser absorvido de diferentes maneiras na mucosa intestinal e, além disso, dois tipos são fornecidos através da alimentação: o ferro heme e o não-heme. O ferro heme é facilmente absorvido pela mucosa intestinal, sem a interferência de fatores químicos e/ou alimentares, por isso é altamente absorvido. Já o ferro não-heme tem uma absorção bem menor e varia substancialmente em função da presença de fatores químicos e alimentares.

Para os vegetarianos/veganos as fontes de ferro possuem baixa biodisponibilidade pois são ricas em ferro não heme. Além disso também apresentam altas concentrações de fitatos, que prejudicam a absorção dos nutrientes. O cálcio também prejudica a absorção do ferro, por isso pessoas que que suplementam o cálcio devem ficar atentas pra não fazer a ingestão nas principais refeições (almoço/jantar), onde geralmente tem as maiores quantidades de ferro. Em contrapartida a ingestão em conjunto da vitamina C ajuda na absorção.

Verduras e legumes possuem baixa biodisponibilidade de ferro
Para os vegetarianos/veganos as fontes de ferro possuem baixa biodisponibilidade pois são ricas em ferro não-heme

Quem mais deve ficar de olho na deficiência de ferro

Mulheres já são pré-dispostas a ter deficiência de ferro por causa da menstruação, por isso quando esse fluxo for intenso a preocupação deve ser redobrada. Claro que é preciso sempre contextualizar com sinais e sintomas.

É importante ressaltar que uma microbiota intestinal saudável favorece a absorção de ferro, os ácidos graxos de cadeia curta fermentados pelas bactérias intestinais reforçam essa absorção. Logo, pessoas com intestino prejudicado também devem ficar de olho no ferro sérico, porque uma coisa é ingerir o nutriente, outra coisa é absorver.

Aqui só citamos algumas situações em que podemos ter a deficiência de ferro, mas sempre devemos fazer relação com sinais e sintomas, essa contextualização é muito importante na prática clínica. Por isso, consulte sempre um profissional da saúde.

Quem Escreve

Quiz Afine-se

Os seus hábitos falam por você

Assine nossa newsletter

Conteúdos exclusivos do maior site
de qualidade de vida do Brasil

Formulário enviado!

Em breve entraremos em contato.